Ecommerce one to one: como gerar a melhor experiência

O ecommerce one to one é baseado em colocar o cliente no centro das ações de marketing da empresa. Fazendo isso através da coleta de informações e dados a fim de oferecer os produtos e serviços personalizados a cada cliente.

O que é o ecommerce one to one?

Vamos voltar um pouco na história do marketing. A pouco anos atrás as empresas realizavam ações para as grandes massas. Seguindo, em sua maioria a orientação dos 4 P’s (produto, preço, praça, promoção). Ou seja, seu produto era vendido de maneira genérica, sem fazer uma distinção de clientes realmente interessados ou não.

Esse tipo de ação, gerava algumas implicações. Primeiro porque o cliente normalmente se cansava de dizer não aos vendedores. Segundo que os esforços de vendas eram muito maiores. Já que um vendedor demandava tempo em oferecer um produto ou serviço a qualquer pessoa que pudesse comprar. Terceiro, gerava um desgaste da marca perante o mercado.

Porém com a chegada da internet, houvesse a necessidade de modificar as formas de abordagens com os clientes. Pois toda informação chegou ao alcance das mão em qualquer lugar e momento. Da mesma forma, as lojas não puderam se manter iguais. Primeiro que, além de fisicamente, precisavam estar digitalmente disponíveis. E por conta da fácil informação, o comportamento do consumidor mudou.

E hoje, além dos clientes irem atrás das empresas, as empresas pode ir atrás de seus clientes. Não mais de forma desordenada, oferecendo tudo a todo mundo. Mas apresentando a um cliente específico, aquele produto que sua empresa já sabe que ele está precisando. Essa é a era do ecommerce one to one. Na qual, através de informações, você otimiza a eficiência dos seus vendedores e aumenta a sua margem de lucros. Ok, tudo compreendido até aqui! Mas como fazer com que sua empresa tenha um ecommerce one to one efetivo? Vamos aos 4 passos básicos:

Passo #1 Identificação do perfil do seu público

Primeiro de tudo é você saber quem é seu cliente. Quais são os desafios, objetivos, desejos dele. Saber quais são suas reais necessidades. Com essa informação em mãos é possível saber como a sua empresa pode ajudar.

Passo #2 Segmentações de acordo ao interesse

Mas não adianta saber quem são, o que desejam, quais são seus principais problemas, se a informação não for trabalhada. Esta informação precisa começar a torna-se inteligência para sua empresa. Por isso, o segundo passo é agrupar as informações de maneira que seja possível identificar perfis semelhantes de clientes. Assim sua empresa conseguirá entregar o real valor desejado.

Passo #3 Interação com o cliente

Sabendo-se os grupos, é hora de relacionar. Com base nas informações coletadas e na inteligência criada com elas, sua empresa deve interagir. Mostrar que você sabe quais são suas dores, e que você pode resolvê-las é a maneira mais clara de fortalecer um relacionamento, e promover sua marca. E para cada interação, novas informações podem ser coletadas, para garantir que a inteligência da sua empresa cresça cada vez mais com o tempo. Afinal, quanto informações melhor será sua estratégia de ecommerce one to one.

Passo #4 Personalização de acordo às interações

O objetivo neste quarto passo é fazer com que as interações gerem mais personalizações. Incrementar seu banco de dados é a primícia do ecommerce one to one. Seu cliente sempre estará na internet. E sempre que ele navegar pelo seu site, mais informações pode trazer para você.

Quais os benefícios da personalização?

Como os clientes estão cada vez mais on line, é possível aumentar suas vendas no meio digital. Mas, mantendo-se a consideração de que cada cliente tem um desejo específico que precisa ser atendido.

Uma plataforma de ecommerce fornece informações suficientes para que você e sua empresa gerem inteligência. E além de atrair novos clientes é imprescindível que sua empresa pense na retenção dos clientes. Kotler afirma que custa entre 5 a 7 vezes mais adquirir um novo cliente do que manter um que está na sua base.

E a personalização é o meio para que sua transforme a sua relação de one to many (da empresa para todos) e se transforme numa ecommerce one to one. Sendo aquela que entrega a oferta certa, no momento certo, para o cliente certo. Se você ainda tem dúvidas, aqui vão alguns dados que farão refletir:

  • Segundo pesquisas por volta de um terço das vendas dos ecommerces resultou de recomendações. Sendo a taxa de conversão para os visitantes que clicaram nas recomendações 5,5x maior que aqueles que não clicaram;
  • A Gartner prevê que as plataformas que medem e se adequam com a intenção do cliente, serão capazes de aumentar o lucro em até 15% até 2020;
  • A Accenture afirma que a probabilidade de compra aumenta em 75% quando se a personalização da oferta;
  • Na Amazon, 35% das vendas vem pela personalização; e
  • Na Netflix; 75% das vendas estavam diretamente relacionadas às recomendações.

Porque se ter um ecommerce one to one?

Se você até o momento não se convenceu da importância de um ecommerce one to one, nós precisamos conversar mais um pouco. Planos estratégicos de marketing variam de empresa para empresa. Mas seus clientes, atuais e futuros, estão cada vez mais conectados, e cada vez mais rápidos nas tomadas de decisão.

E por essa alta conectividade, associada ao aumento da velocidade da decisão de compra, é preciso ser inteligente. Caso contrário, seus concorrentes, rapidamente passarão na sua frente. Por isso, ter uma plataforma que forneça dados o suficiente para se ter inteligência organizacional é a recomendação para o gerente de administra o comércio eletrônico.

 

Por isso, se você não quer ficar atrás dos seus concorrentes, nem dos seus clientes, conheça um pouco mais sobre a Atma IT e descubra como podemos te oferecer dados para que seu planejamento estratégico se torne mais inteligente. Lembre-se que seus clientes e concorrentes também aprendem rápido.