Como resolver impostos no b2b - sistema b2b

Saiba como simular preços com impostos em ecommerce B2B

Um dos impostos mais caros é o que diz respeito à carga tributária e seu cálculo para as questões relacionadas ao e-commerce no sistema B2B (Business to Business). Sabe-se o quanto a carga tributária brasileira é alta e, por isso, é necessário saber calcular corretamente antes de ter de prestar contas ou pagar valores a mais diante de um erro. O recolhimento da carga pode ser difícil em primeira instância, mas quando você sabe as regras você acaba se acostumando e se adaptando. Assim, decidimos expor como simular preços com impostos em e-commerce B2B sistema, com o objetivo de auxiliar na substituição tributária desse tipo de negócio comercial virtual.

Quando você faz o cálculo errado ou acaba recolhendo inadequadamente a carga tributária, a empresa pode gerar consequências graves para o seu lucro. Não é raro observar que empresas fecham as portas por conta do investimento e substituição tributária equivocada, vamos dizer assim. Para que não aconteça o mesmo com você deve compreender, em primeira instância, que a substituição tributária existe para facilitar e agilizar o recolhimento de impostos referentes às plataformas de e-commerce em sistema B2B. Logo, a partir de uma venda efetivada, você deve fazer um cálculo mais simplificado, mesmo que esse simples esteja deixando muitos empresários de cabelo em pé!

Fatores que estão incluídos no novo cálculo de impostos em e-commerce B2B

Se antes era mais fácil apenas multiplicar o valor pela taxa que corresponde ao ICMS, já teríamos o recolhimento, agora mais fatores estão inclusos, como: novo valor de ICMS (que agora é variável a cada estado), qual a categoria que o produto ou serviço está no NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul) e, por último, qual o regime tributário a empresa no sistema B2B está inserida. O que atrasa mais ainda é também o cálculo para o valor do frete, inclusive!

Como simular preços com impostos em ecommerce B2B

Diante de uma plataforma B2B de e-commerce, é essencial que a simulação de preços ajude o empresário a equilibrar as vendas do produto e o ROI da empresa, isto é, o retorno sob o investimento. Ao simular, você fornece dados que podem melhorar a gestão desse tipo de e-commerce sistema B2B, facilitando ainda mais no cálculo da substituição tributária.

A simulação ocorre de forma bastante simplificada: Um simulador nada mais é que uma ferramenta por meio da qual o usuário indica qual o cenário de venda (Ex: Revenda, consumo ou industrialização, entre outros), se o cliente em questão é contribuinte de ICMS ou não, além do estado no qual o cliente final se encontra.

E então, é possível calcular automaticamente a alíquota, baseando-se nas informações inseridas. Tudo isso para que, de forma simples e rápida, o cliente possa saber exatamente quanto está pagando pelo produto.

Para isso acontecer, recomenda-se incorporar na plataforma (sistema B2B) o sistema ERP que garantirá melhor navegação e definir planejamentos acerca do cálculo. Mesmo que os cálculos podem confundir, é de extrema importância que os dados estejam corretos para que você não faça a substituição tributária de forma inadequada. Por isso mesmo que convém investir em plataformas B2B de e-commerce que adotam essa ferramenta de cálculo junto, a fim de facilitar a gestão.

Continue pelo nosso blog da Atma TI! Gostamos muito da sua presença! Que tal comentar aqui embaixo o que você achou do post?