O que é um e-commerce B2B

Muito se fala em e-commerce B2B, e empresas de distribuição, atacadistas ou mesmo fabricantes estão cada vez mais envolvidos com a prática. Mas no que exatamente consiste um e-commerce B2B e quando ele se caracteriza como tal? É o que o diferencia de outras práticas?

Para entender exatamente o que é um e-commerce B2B, vale a pena avaliar dois conceitos separadamente: o de e-commerce e o de B2B.

E-commerce

O conceito de comércio eletrônico, embora muito ligado à Internet e à Web, têm suas origens um pouco mais para trás, antes da popularização da rede mundial de computadores. Empresas como a GM e a Ford, e varejistas como Sears e K-Mart, passaram a adotar a partir de 1975 o padrão conhecido como EDI (Electronic Data Interchange), que permitia que se comunicassem diretamente com seus fornecedores diretamente, agilizando muito o processo de colocação de pedidos e permitindo uma forte integração com seus sistemas de ERP.

Hoje o e-commerce se expandiu além das fronteiras do EDI, inclusive sendo categorizado recentemente pela eCommerce World como sendo classificado em quatro tipos:

  •        Site de e-commerce: uma loja on-line, na Web, aberta a todos ou com acesso mediante um cadastro pré-aprovado protegido por senha.
  •        Aquisição via Web: integração de um catálogo de produtos por um serviço Web, permitindo que o sistema de um fornecedor seja acessado de forma transparente pelo ERP do cliente.
  •        Redes de mercado vertical: plataformas específicas usadas por uma determinada Industria ou mercados verticais, como a Exostar para o setor aeroespacial ou de defesa.
  •        Marketplaces on-line abertos: sites que conectam empresas formando uma rede de negócios, como o Alibaba.

Business to Business

Os modelos permitidos pela popularização da Internet permitiram uma verdadeira democratização no relacionamento entre fornecedores e consumidores, fortalecendo os conceitos de B2B e B2C (Business to Consumer). Um dos pontos positivos foi a simplificação das relações entre cliente e fornecedor,

O que caracteriza a relação B2B é justamente a ausência do consumidor final, aquele que de fato irá utilizar o produto sendo fabricado ou distribuído. Podemos pensar no B2B como um relacionamento de negócios entre duas empresas que é parte do processo de fazer chegar o produto ao consumidor.

O e-commerce B2B

Juntando os conceitos, percebemos que no e-commerce temos plataformas que permitem o relacionamento entre empresas através de lojas Web ou integrações mais diretas, com sistemas de ERP de qualquer um dos lados, ou mesmo dos dois. Essas integrações fortalecem o planejamento e execução das aquisições e estreitam o relacionamento entre fornecedor e cliente, fazendo com que os dois lados se tornem mais produtivos e eficientes em seus negócios.

Percebe-se que o e-commerce B2B, mais do que uma tendência, é uma forma de se fazer negócios ágil e eficaz, adaptado ao dinamismo das relações modernas e fazendo excelente uso da tecnologia da informação.

Não deixe de conhecer a plataforma Atma B2B, que permite à sua empresa ingressar no mundo do e-commerce proporcionando aos seus clientes um tratamento personalizado, ajustado à realidade do seu mercado.

 

E sua empresa, já utiliza uma plataforma B2B? Compartilhe conosco suas experiências, e nos fale um pouco sobre pontos em que o e-commerce alavanca seu negócio e pontos a serem amadurecidos nessa forma de se fazer negócios.