Soluções B2B para distribuidores: qual escolher?

Com tantas soluções B2B disponíveis para ajudar a gerenciar com sucesso os clientes e o relacionamento com fornecedores, ter dúvidas na hora de escolher a ferramenta certa para sua empresa é comum. Muitas distribuidoras têm necessidades que abrangem uma ou mais áreas do seu negócio e irão precisar de mais de uma solução. Isso torna a decisão ainda mais desafiadora, já que pode haver incompatibilidade e sobreposição entre as ferramentas. Ou seja, é preciso entender cada uma das soluções B2B e de como cada uma delas se encaixa em suas necessidades empresariais.

Enterprise Resource Planning (ERP)

Sistemas ERP são capazes de incorporar contabilidade e finanças com outras áreas da empresa, como recursos humanos e gestão de materiais. Um sistema de ERP fornece uma visibilidade de todo o negócio, e por isso deve ser o principal repositório de todas as informações do cliente e fornecedor. Como ele envolve quase todos os aspectos do seu negócio, deve sempre ser integrado com outras soluções B2B sua organização

Contabilidade

Um software de contabilidade é usado para transações de contabilidade financeira, tais como folha de pagamento, contas a receber e contas a pagar. Alguns dos módulos incluem faturamento, pedidos de vendas, ordem de compra, contabilidade geral, quadro de horários, despesas e pagamentos eletrônicos.

Customer Relationship Management (CRM)

Enquanto o ERP é destinado ao gerenciamento de recursos, o CRM é utilizado para o gerenciamento de relacionamentos com clientes. O sistema permite gerenciar informações de contato do cliente, as interações, valore e produtos de compras anteriores, preferências, etc. Com essas informações, o gestor pode fazer relatórios que ajudem nas vendas e também nas decisões de gestão. Ou seja, se você quer rastrear longos ciclos de vendas, gerenciar e analisar campanhas de vendas e marketing, o software para isso é o CRM.

Gestão da cadeia de abastecimento (SCM)

Também chamado de Supply Chain Management (SCM), a ferramenta ajuda a gerenciar o relacionamento com seus fornecedores. A SCM coordena e integra o fluxo de materiais, caixa e pedidos entre as empresas. Além disso, o sistema também ajuda a manter os clientes satisfeitos, garantindo que você sempre terá estoque suficiente para honrar o prazo e os pedidos dos clientes.

Warehouse Management (WMS)

Um sistema de gerenciamento de armazém, ou WMS, faz parte da gestão da cadeia de suprimentos. Ao ajudar na gestão do armazém, o sistema permite que os clientes recebam pedidos corretos e no prazo estipulado. No WMS, é possível controlar todas as transações que acontecem no armazém, incluindo o transporte, recebimento, picking e embalagem.

Gestão de Inventário

Um sistema de gerenciamento de inventário permite às empresas gerenciarem e planejarem o inventário. Essa ferramenta permite controlar os níveis de estoque atuais e utiliza tendências de uso históricas para fazer estimativas sobre quanto tempo esses níveis de estoque podem durar com base em previsões de vendas.

Gerenciamento de Pedidos de Vendas

Este é o software que empodera a equipe de vendas que vai a campo. O sistema deve permitir que os representantes de vendas façam os pedidos digitalmente. Além disso, é recomendável que tenha um módulo de gerenciamento de pedidos online, que permita a um administrador gerenciar a conta, adicionando novos produtos ou usuários em tempo real. A solução também pode incluir uma plataforma de comércio eletrônico B2B, de modo que seus clientes possam fazer pedidos online.

Como escolher soluções B2B para distribuição

Escolher as soluções B2B certas para alcançar seus objetivos de negócio requer um estudo cuidadoso de suas necessidades atuais e do mercado a sua volta. Além disso, você precisa conhecer claramente as funcionalidades das soluções consideradas para fazer a escolha certa. O melhor jeito de começar é fazendo uma lista clara e detalhada de suas necessidades atuais e os objetivos que você está tentando alcançar. Por exemplo, se você pensa em incorporar dispositivos móveis em seus processos futuramente. É preciso fazer essa lista e avaliar todas as suas opções.

Além disso, ainda existem modelo de implantação distintos: on-premise (local), cloud (na nuvem) ou uma combinação dos dois. Em geral, as empresas de rápido crescimento que procuram uma solução leve, ágil e escalável devem optar pelo modelo na nuvem. Aquelas mais estáveis, com um negócio estabelecido e processos de negócios específicos pode até considerar uma implantação no local se as necessidades de controle e personalização foram realmente grandes. Já modelo híbrido permite manter o controle de dados enquanto alavanca aplicativos na nuvem para implementar melhorias específicas. 

Que soluções B2B sua empresa está considerando? Que tipos de tecnologia você já implementou em sua empresa? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *