7 motivos para vender seus produtos em um Mobile Commerce

O Mobile Commerce, termo usado para descrever a tendência crescente do uso de redes que fazem interface com dispositivos móveis como laptops, computadores portáteis, tablets e smartphones para iniciar ou completar transações de comércio eletrônico – também descrito como M-commerce ou mcommerce – vem ganhando cada vez mais força no Brasil.

Isso, em grande parte se deve a um novo comportamento dos consumidores brasileiros, sentidos nos últimos cinco anos. Cada vez mais, o brasileiro utiliza dispositivos móveis para acessar a web. De acordo com a consultoria IDC, em 2014 foram vendidos 104 smartphones por minuto no país, num total de 54,4 milhões de unidades. Além disso, também foram comercializados 9,5 milhões de tablets.

Nesta tendência, o Google, principal mecanismo de busca, fez algumas mudanças em seu algoritmo para beneficiar os acessos via mobile. Conhecida como “mobilegeddon”, ou “apocalípse do celular”, este pacote de mudanças anunciado em 21 de abril de 2015 colocou a interface amigável para dispositivos móveis como um fator decisivo no ranqueamento dos resultados de busca. Na prática, os sites que não são otimizados passam a ficar ‘escondidos’ na hora em que o internauta faz uma pesquisa.

Diante disso, listamos os 7 motivos para você vender seus produtos em uma plataforma mobile commerce. Veja:

1 – O Google está priorizando os sites otimizados para mobile

Como o acesso à web via dispositivos móveis está crescendo em todo o mundo, o Google modificou as regras para o ranqueamento, favorecendo os sites com interface amigável para mobile. É uma forma de incentivar a criação de uma web mais móvel e entregar aos internautas um conteúdo de qualidade que possa ser acessado por qualquer device.

Isso significa que se uma loja virtual não tiver interface mobile, ela já está atrás.

2 – Mobile commerce deve crescer 46% até 2016

De acordo com um estudo realizado pela PayPal em conjunto com a Ipsos, o volume de transações feitas por dispositivos móveis deve crescer em média 46% ao ano no Brasil entre 2013 e 2016.

A pesquisa considerou 17,5 mil consumidores de todo o mundo, incluindo o Brasil, e mostra que 28% dos internautas já fazem compras via dispositivos móveis.

3 – Um em cada três brasileiros já comprou via dispositivo móvel

Uma outra pesquisa realizada pela Hi-Mídia ouviu 1796 pessoas e revelou que 87% das pessoas deixaram de comprar numa loja física depois que buscaram informações em seus dispositivos móveis. Além disso um em cada três internautas brasileiros já finalizou uma compra por meio do tablet ou smartphone.

4 – Mobile commerce é importante para sua operação

De acordo com a 31ª edição do WebShoppers, estudo produzido pela e-Bit, as compras realizadas por meio de dispositivos móveis no segundo semestre de 2014 corresponderam a 9,7% de todas as vendas de bens de consumo pela internet – no primeiro semestre, a participação chegava a 7%.

Isso mostra o avanço do mobile commerce e revela o quanto é importante que o empreendedor online esteja preparado para navegar nesta onda.

5 – O consumidor mobile tem renda superior

Ainda de acordo com o relatório WebShoppers, o consumidor que compra via dispositivos móveis possui renda média maior se comparado ao consumidor apenas do e-commerce: R$ 6.128 contra R$ 4.378. As classes A e B têm 62% de participação enquanto as classes C e D representam 27%.

6 – Estar presente aonde o consumidor estiver

Não importa se o consumidor potencial está longe de seu computador. Se a loja virtual for adaptada para transações via mobile, ele poderá fazer suas compras.

O empreendedor não pode perder vendas por conta da não adaptação. É uma questão de se adaptar aos novos hábitos dos consumidores.

7 – Alcance de um público maior

Quanto maior o número de visitas a uma loja virtual, maiores serão as conversões em vendas. A realização de transações comerciais via mobile commerce, como vimos nos tópicos anteriores, ajuda a aumentar o número de usuários, o que melhora os resultados do negócio.

Sua loja virtual é adaptada para mobile commerce? Você tem alguma dúvida sobre este assunto? Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *